Como transformar a sua casa no lugar mais acolhedor do mundo

Nada melhor do que está em casa, não é?

E para que essa experiência seja cada vez mais aconchegante, tenho algumas dicas para você.

Muitas vezes por estarmos exaustos da rotina, deixamos para lá a organização do lar, mas isso afeta diretamente o nosso equilíbrio emocional.

A decoração da nossa casa diz tudo sobre quem somos e como estamos no momento presente. Ela transfere essa energia tanto para você como para as pessoas que estão ao seu redor.

O que pode deixar sua casa bastante aconchegante?

Madeira

Ter móveis de madeira ou de materiais que simule-a, traz aconchego para o lar. A cor e a temperatura dele nos traz tranquilidade e bem estar.

Imagem do site Histórias de Casa

Redes e ambientes aberto

Ter o cantinho zen em casa é algo maravilhoso para o bem estar. E o melhor, não é preciso ter custo para isso. Uma rede, um cantinho para livros é o suficiente. Coloque tudo o que te traz paz nesse local.

Plantas

Além de purificar o ambiente, nos traz aconchego absoluto. Muitas vezes temos lembranças afetivas positivas com determinadas flores, utilize elas na sua decoração, te trará ótimas recordações e aconchego.

plantas2

Manta para sofá ou poltrona com MUITAS almofadas.

As mantas são fundamentais para o aconchego da sua sala ou daquele cantinho zen. Adoro utilizá-las e sempre que coloco-as em um determinado ambiente, ele se transforma no meu favorito. E almofadas são maravilhosas, claro, então não tenha medo de usar. <3

almofadas

Para se aprofundar nesse assunto, indico esse vídeo da Pati Penna. A conheci a pouco tempo e já admiro muito o seu trabalho. >>Assista ao vídeo agora<< 

Espero que você goste e que faça no seu lar. Mil beijos e até mais!

4 Replies to “Como transformar a sua casa no lugar mais acolhedor do mundo”

  1. Muito inspirador esse post. 👍🏽

  2. Apenas morta 😱😍 Quero minha casa assim! Kkkkkkk

  3. Eu com uma casa assim ia passar o dia dormindo 🤔😂

  4. ja pensou em fazer um post juntando o feng shui com dicas de decoração? eu adoraria ler algo assim.

Deixe uma resposta